Acesso restrito

CONSULTAS
BOA VISTA SCPC

 

Nota - Acordo Acordo Coletivo

ACILPA – Associação Comercial e Industrial de Lençóis Paulista

 

Em atenção ao famigerado comunicado do Sincomércio, a ACILPA esclarece que:

 

  1. Diante da ausência do sindicato patronal do comércio na cidade de Lençóis Paulista, onde há anos não comparece ou realiza assembleia com os seus representados;
  2. Diante da não assinatura de convenção coletiva de trabalho referente aos dois últimos períodos, o que impede alguns benefícios aos comerciantes, como a possibilidade de trabalho em dias de feriados ou de negociar relações trabalhistas mais favoráveis, diante da Reforma Trabalhista de 2017;
  3. Diante do nítido interesse arrecadatório do sindicato patronal, o que ficou patente na medida judicial intentada, onde pleiteou a suspensão do acordo apenas porque não receberia as contribuições pretendidas;

 

 

Sempre trabalhará para atender às demandas dos seus associados, inclusive representando-os e assessorando-os nas negociações coletivas, sem a imposição de qualquer contrapartida pecuniária, o que pode ser verificado no aditivo do acordo, onde tanto a ACILPA quanto o Sindicato dos Comerciários abdicaram do direito à taxa negocial.

 

Não é verdade que o acordo é prejudicial às empresas. Ao contrário! O acordo firmado demonstra que o sindicato dos comerciários reconhece a legitimidade da ACILPA para negociar em nome dos seus associados, sendo certo que, para a próxima data base de 09/2019, itens extremamente benéfico às empresas, como a quitação anual das obrigações trabalhistas e o trabalho intermitente já estão sendo pautados, visando, inclusive, a atender à demanda dos consumidores no final deste ano. Nessa mesma linha, acordos específicos para supermercados, empresas de pequeno porte ou microempresas, já estão sendo estudados, no intuito de atender às peculiaridades de cada seguimento.

 

Se o sindicato patronal não se “acertou” com o sindicato dos empregados, tampouco, tomou medidas judiciais para dar segurança jurídica às empresas, resta clara sua incompetência e total desinteresse em atender às necessidades dos empresários da cidade.

 

Por fim, a ACILPA reafirma seu compromisso na defesa dos interesses dos seus associados e, se participou das negociações como seu representante, isso apenas ocorreu diante da inércia e descaso do sindicato patronal na cidade, onde apenas voltou (mais ou menos) porque possui interesse de arrecadar mais.


<< Voltar



PARCEIROS